Início DESTAQUE Rondoniense fará luta para conquistar cinturão em Minas Gerais

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua

inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

Rondoniense fará luta para conquistar cinturão em Minas Gerais

Rondoniense fará luta para conquistar cinturão em Minas Gerais
0
0
Outros dois atletas de Vilhena estarão no mesmo ringue durante o campeonato

O atleta vilhenense Paulo Roberto Novais de Assis está com viagem marcada para do dia 7 de agosto. Ele estará no ringue do Muay Thai Super Fight, evento que será realizado em Muriaé (MG) no dia 10 em busca do cinturão da categoria 67 quilos.

Paulo é membro da academia Thai Fighters, com sede na rua Pedro Álvarez Cabral, bairro 5° BEC (ao lado da Casa das Pizzas) e também membro da Federação Rondoniense de Muay Thai. Um dos atletas mais experientes de Rondônia, dentro da sua categoria, Paulo já coleciona diversas vitórias por conta da dedicação aos treinos e aperfeiçoamento constante de suas técnicas.

Além dele, os atletas Vinícus Santana e Elizer Lacerda também estarão no mesmo evento em busca de bons resultados. Em conversa com a equipe de reportagem do site Gazeta Amazônica, o treinador da equipe, Anderson Martins, relatou que os três estão altamente preparados para os combates e o nível de capacidade técnica do grupo se equipara a competidores de nível nacional.

Martins explica que a dedicação e força de vontade são primordiais para o nível de qualidade dentro da competição. “Eles têm se dedicado com muita intensidade e este é o fator preponderante na conquista de bons resultados. Eles têm muita capacidade para qualquer desafio que está por vir dentro da competição”, destacou.

O MAIOR DESAFIO AINDA É A FALTA DE INCENTIVO

Os lutadores confirmam que não temem o que está por vir sobre o ringue. A grande dificuldade, no entanto, é o desafio que têm para conquistar patrocínios. “Estamos em busca de patrocínio para conseguirmos ir até o campeonato. Estamos em contato com algumas pessoas, mas precisamos de mais”, comentou o treinador.

Os interessados em ajudar a equipe, basta entrar em contato pelo telefone (69) 9 8418-3980.

Fonte:Gazeta Amazônica

Imprimir

Comentarios

Comentarios

Web Miranda - Criação e Hospedagem de site 4