Início DESTAQUE Ouro Preto: veículo tem pneu atingido por tiro e capota após condutora achar que abordagem policial era assalto

ATENÇÃO SR(s) INTERNAUTAS

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua

inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

 

Ouro Preto: veículo tem pneu atingido por tiro e capota após condutora achar que abordagem policial era assalto

Ouro Preto: veículo tem pneu atingido por tiro e capota após condutora achar que abordagem policial era assalto
0
0
A condutora do veículo, que estava com mais uma ocupante, não obedeceu à ordem de parada e teria tentado atropelar um policial.

Uma abordagem policial quase termina em tragédia na manhã desta terça-feira (20), por volta das 11h50, após a condutora de um veículo não ter obedecido à ordem de parada, quase ter atropelado um policial e ter empreendido fuga, alegando imaginar que a ação policial se tratava de um assalto.

O fato ocorreu na RO-470, trecho conhecido por linha 200, próximo a uma carvoaria, ainda no perímetro urbano da Estância Turística de Ouro Preto do Oeste, na saída para o município de Vale do Paraíso.

De acordo com a ocorrência policial, uma equipe da Polícia Civil teria dado ordem de parada a um automóvel Hyundai HB20, de cor branca, em decorrência do grande índice de roubos na cidade, e pelo fato de o automóvel possuir placa da cidade de Porto Velho, o que acabou levantando suspeitas.

Consta ainda que a condutora do veículo, além de desobedecer à ordem de parada, ainda teria tentado atropelar um dos policiais que, graças a sua perspicácia, evitou ser atropelado e, de pronto, efetuou um disparo de arma de fogo no pneu do veículo, no intuito de pará-lo.

Os policiais então realizaram um acompanhamento até que a condutora perdeu o controle do veículo, saiu da pista e capotou o automóvel em uma pequena ribanceira, vindo a cair em uma rua paralela à RO-470. De imediato, a condutora e mais uma ocupante saíram do veículo e correram até uma residência próxima para pedir ajuda, por pensarem que estavam sendo vítimas de tentativa de assalto.

Em seguida os policiais civis então se aproximaram e tiveram a oportunidade de se identificar. Logo em seguida chegaram reforços de uma guarnição da Polícia Militar e algumas viaturas do Corpo de Bombeiros. Ao ser indagada, a condutora relatou que não teria percebido que se tratava de uma viatura policial, em razão de a mesma estar descaracterizada, e que imaginou que seriam assaltadas, por este motivo não obedeceu à ordem de parada.

Uma equipe da Perícia Técnica foi acionada e realizou os trabalhos de praxe. As ocupantes do HB20 foram levadas por uma equipe da Polícia Civil até o Hospital Municipal, onde foram atendidas pelo médico de plantão. A ocorrência foi registrada na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp).

Foto: Adeilson Pereira de Jesus

 

Foto: Adeilson Pereira de Jesus
Fonte:Gazeta Central
Imprimir

Comentarios

Comentarios

Web Miranda - Criação e Hospedagem de site 4